12.09.2018 | 11h33

Bolsonaro com alimentação oral suspensa

Jair Bolsonaro continua internado em uma unidade semi-intensiva, conforme boletim divulgado na manhã desta quarta, 12, pelo Hospital Albert Einstein. De acordo com o documento, a alimentação oral foi suspensa por causa do surgimento de uma distensão abdominal (inchaço do abdômen provocado por ar e que é consequência da redução do movimento do intestino). Segundo o hospital, entretanto, é algo normal, informa Cristian Favaro, do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO