07.01.2019 | 17h14

Bolsonaro atrás de médicos cubanos

O governo de Jair Bolsonaro está atrás dos médicos cubanos que permaneceram no Brasil após o fim do convênio com Cuba no programa Mais Médicos. A responsável pelo programa no Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, está enviando mensagens para os profissionais que desejam continuar a atuar no País chamando-os de “colegas e irmãos” e pedindo para que preencham um formulário. A ideia é submeter os médicos a um curso preparatório para que prestem o “novo Revalida”. Ela também diz que o governo estuda editar uma medida provisória para garantir a permanência dos cubanos no Brasil, segundo informações do Painel da Folha.


Mais conteúdo sobre:

Mais Médicos
VOLTAR PARA O ESTADÃO