25.10.2018 | 09h24

‘Bolsodoria’: âncora para Bolsonaro?

O surpreendente dado da pesquisa Ibope que mostra empate técnico entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro na capital paulista, com Haddad numericamente na frente, com 51% contra 49% do adversário, talvez se explique pela rejeição demonstrada por uma grande fatia do eleitorado paulistano a João Doria Jr., que no segundo turno atrelou sua campanha à de Bolsonaro.

Márcio França (PSB) tem 50% na capital paulista, contra apenas 34% de Doria. O fato de Doria ter abandonado a prefeitura apenas 15 meses após o início do mandato pode ter ajudado a reabilitar Haddad, sobretudo na periferia da cidade –onde já venceu no primeiro turno– e pode ser um dos fatores a segurar a votação de Bolsonaro. / V.M.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO