24.07.2018 | 21h12

Boff se manifesta contra violência na Nicarágua

Finalmente alguém alinhado com a esquerda se manifestou sobre a situação da Nicarágua, onde o presidente Daniel Ortega tem utilizado forças paramilitares para perseguir e matar opositores e manifestantes. O teólogo Leonardo Boff, segundo a Exame, pediu que o governo do país “pare de matar especialmente os jovens”.

“A Nicarágua necessita de diálogo, mas, antes de tudo, necessita de que as forças repressivas parem de matar, especialmente os jovens. Isso é inaceitável. A Nicarágua necessita de paz e de novo paz”, diz Boff em um texto recebido pela AFP nesta terça-feira, mas datado do último dia 21. A carta teria sido enviada aos bispos do país, que são duramente criticados por Ortega. Na última segunda-feira, a estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima foi assassinada na Nicarágua.


VOLTAR PARA O ESTADÃO