28.04.2018 | 22h10

Bem a calhar para Temer

A decisão da Segunda Turma de tirar do juiz Sérgio Moro o direito a acessar as delações da Odebrecht nas ações de Lula pode ter um beneficiário oculto: o presidente Michel Temer.

Em seu blog no UOL, Josias de Souza diz que o argumento da defesa do petista é o mesmo da do presidente, que diz que a delação da J&F não deveria estar com Edson Fachin, por nada ter a ver com a Lava Jato.


VOLTAR PARA O ESTADÃO