13.02.2019 | 08h45

Bebianno liberou verba para gráfica de fachada?

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno foi o responsável, quando ainda era presidente do PSL, pela liberação de R$ 250 mil de verba pública para a campanha de uma ex-assessora, que repassou parte do dinheiro para uma gráfica registrada em endereço de fachada. Bebianno não respondeu aos questionamentos da Folha até o fechamento da reportagem.

Érika Santos, que trabalhou com o ministro até agosto, foi candidata a deputada estadual em Pernambuco e teve 1.315 votos. Ela foi a oitava pessoa que mais recebeu dinheiro do PSL em todo o País. A ex-assessora declarou ter gasto R$ 56,5 mil na gráfica Itapissu um dia antes da eleição, para a confecção de material de campanha. A gráfica é a mesma usada pela candidata Maria de Lourdes Paixão, que diz ter repassado R$ 380 mil à empresa.


VOLTAR PARA O ESTADÃO