13.01.2019 | 06h48

Battisti preso na Bolívia

Cesare Battisti foi preso na noite de sábado na Bolívia, na cidade de Santa Cruz de la Sierra, quase um mês depois de sua extradição para a Itália ter sido assinada pelo então presidente Michel Temer em 14 de dezembro. Segundo o jornal italiano Corriere della Sera, Battisti estaria usando uma barba falsa no momento da prisão. Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália pelo assassinato de quatro pessoas.

Como foi preso no exterior, ainda não está claro se ele será trazido de volta ao Brasil para ser extraditado para a Itália ou se ficará preso na Bolívia a quem os italianos farão um novo pedido de extradição. Segundo postou no Twitter Filipe Martins, assessor internacional do Ministério de Relações Exteriores, ele será trazido de volta ao Brasil, mas não existe essa confirmação oficial. “O terrorista italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia esta noite e em breve será trazido para o Brasil, de onde provavelmente será levado até a Itália para que ele possa cumprir pena perpétua, de acordo com a decisão da justiça italiana”, escreveu Martins.


Mais conteúdo sobre:

Cesare Battisti
VOLTAR PARA O ESTADÃO