31.08.2018 | 20h10

Barroso: ‘Não houve atropelo, nem tratamento desigual’

O ministro Luiz Roberto Barroso rechaçou a tese petista de que o julgamento do registro da candidatura de Lula esteja sendo feito de forma apressada para prejudicar o ex-presidente.

“Não houve nem atropelo, nem tratamento desigual. Queria deixar claro que o que o TSE procura é assegurar os direitos do impugnado e da sociedade brasileira de terem uma eleição presidencial com os candidatos definidos”, afirmou. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO