17.09.2018 | 07h32

Barata voa no QG tucano

Os baixos índices de Geraldo Alckmin nas pesquisas, que persistem independentemente do instituto e à medida que o tempo passa, instalaram um clima de barata voa na campanha: aliados divergem quanto à estratégia a ser adotada e já demonstram certo desespero.

Reportagem do Estadão mostra esse descompasso. Tucanos das antigas, representados por Alberto Goldman, dizem que o alvo deveria ser o PT. Já o Centrão defende a artilharia em cima de Jair Bolsonaro, como foi a opção primeira da campanha tucana.


VOLTAR PARA O ESTADÃO