27.02.2019 | 17h59

Banco Mundial pode socorrer Estados

O governo prepara um novo programa de socorro aos Estados menos endividados, com participação do Banco Mundial, por meio de novos empréstimos, mas com a contrapartida de economia a ser obtida com medidas de ajuste durante o mandato do governador em exercício, informa o Broadcast Político. A ideia é focar em Estados que hoje enfrentam dificuldades apesar de terem baixo nível de endividamento – são cerca de 11 nessa situação, entre eles o Rio Grande do Norte.

Segundo o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, o Tesouro tem um limite de R$ 10 bilhões para avalizar empréstimos a Estados e municípios, o que deve ser suficiente para implementar o novo programa, diz. “Queremos ajudar os governadores, mas sem colocar em risco o ajuste fiscal. O governo não tem instrumentos e não pode conceder crédito para Estados pagarem salários”, disse.


Mais conteúdo sobre:

EstadosBanco Mundial
VOLTAR PARA O ESTADÃO