09.10.2018 | 07h59

Bancada militar salta de 10 para 22

A bancada militar na Câmara, composta por candidatos que declararam ocupações como policial militar, bombeiro ou integrante das Forças Armadas, saltou de 10 deputados para 22 nesta eleição. A maioria dos integrantes da nova bancada da patente está no PSL de Jair Bolsonaro: 13.

“Significa que hoje diminuiu o ranço contra os militares. O afastamento do regime militar foi diminuindo esse preconceito. O fato de as Forças Armadas terem um alto grau de credibilidade, favorece essa intenção de se candidatar”, afirmou à Folha o general Augusto Heleno, um dos conselheiros de Bolsonaro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO