29.11.2018 | 18h48

Bancada evangélica registrou ‘desfeita’ de Bolsonaro

A nomeação de Osmar Terra para o Ministério da Cidadania causou profundo mal estar entre as lideranças evangélicas, que acreditavam na sinalização feita por Jair Bolsonaro de indicar alguém deste grupo para a Pasta. Por temerem ser usados, cerca de 20% dessas lideranças já tinham declinado de participar de um encontro com o presidente eleito, no qual seria apresentada uma lista tríplice com nomes apoiados pelos evangélicos. A maioria foi e formou uma lista, indicando os deputados Gilberto Nascimento, Marco Feliciano e Ronaldo Nogueira.

Com o anúncio de Osmar Terra no ministério, o restante do grupo se desiludiu também. E registrou o ato de Bolsonaro, considerado uma grande desfeita. Segundo um importante líder evangélico, o presidente eleito “não tem e nunca teve solidariedade com ninguém. Só com ele próprio”. Ele acrescenta que Bolsonaro age conforme as redes sociais desejam. Mas que pode ter uma decepção quando precisar dessas lideranças novamente. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO