30.05.2019 | 18h26

Bancada do Rio contesta Weintraub

A bancada do Rio de Janeiro divulgou nota em que contesta a afirmação do ministro Abraham Weintraub (Educação) que, em vídeo com direito a guarda-chuva aberto e dancinha, afirmou que partiu dos deputados e senadores a decisãode retirar recursos destinados à reconstrução do Museu Nacional. Na nota, a bancada informa ter recebido em 29/3 um ofício da Casa Civil (veja abaixo) pedindo que indicasse em que emendas impositivas do Estado deveria ser feito o contingenciamento de recursos de 21,65%.

“Assim, para ajustar os valores das emendas ao bloqueio determinado, a bancada reduziu de maneira linear as emendas, ficando R$ 43 milhões para o Museu Nacional, R$ 20 milhões para a Faculdade de Medicina da UFF, R$ 23,5 milhões para a IFRJ, 23,5 milhões para o sistema estadual de saúde, R$ 14,9 milhões para o ramal ferroviário e R$ 7,8 milhões para o Corpo de Bombeiros”, diz a nota, que se encerra dizendo que “espera que esses recursos para projetos tão importantes para o estado sejam descontingenciados pelo governo federal”. / V.M.

Documento



VOLTAR PARA O ESTADÃO