28.04.2018 | 18h27

Azeredo se defende

Eduardo Azeredo, condenado em segunda instância pelo mensalão tucano quando era governador de Minas (1999-2002), deu entrevista ao programa Café com Política, do portal do grupo O Tempo, em que se defende das acusações de ter se beneficiado do esquema.

“Meus filhos não se beneficiaram, eu não me beneficiei”, disse ele, que rechaçou ainda a comparação entre seu caso e o mensalão nacional, no governo Lula.


VOLTAR PARA O ESTADÃO