23.05.2018 | 17h12

Azeredo e o golpe na narrativa petista

A prisão de Eduardo Azeredo, ex-governador mineiro pelo PSDB, nesta quarta-feira, 23, em Belo Horizonte representa o mais duro golpe na narrativa do PT e de seus aliados, centrada na “perseguição política” a Lula e a outras lideranças do partido, como o ex-ministro José Dirceu.

Embora caciques de várias legendas estejam em cana, como o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, do PMDB, o PT insistia em seu discurso vitimista aproveitando-se do fato de que nenhum tucano havia sido preso até agora. Tal argumento, após a detenção de Azeredo, foi para o espaço. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO