04.02.2019 | 17h32

Autonomia da PF de fora

Empossado sob forte expectativa de entidades ligadas à área de segurança pública, Sérgio Moro cita a Polícia Federal apenas uma vez no Projeto de Lei Anticrime de 34 páginas apresentado nesta segunda, 4, a representantes dos Estados brasileiros.

Não há menção sobre uma das demandas da Associação dos Delegados da Polícia Federal, que defende a autonomia da corporação contra as vontades políticas. A nota de apoio a Moro, por ocasião da posse, batia na tecla: “Esperamos, assim que tomar posse, que o novo ministro da Justiça apoie medidas legislativas de fortalecimento e proteção da Polícia Federal contra influências do poder político e econômico e que a gestão deixe como legado uma estrutura normativa e executiva pronta para que as instituições funcionem independentemente de quem estiver no comando da ocasião”.


Mais conteúdo sobre:

ADPFPolícia Federalsergio moro
VOLTAR PARA O ESTADÃO