03.11.2018 | 17h34

Auditoria da Caixa em patrocínio do futebol

A Caixa Econômica Federal puxou o freio de mão nos seus contratos de marketing e patrocínios por 90 dias. Isso significa, segundo o jornalista Lauro Jardim, do Globo, que novos contratos nessas áreas só serão assinados ou renovados no próximo governo. Todos os que estão em vigor continuam, mas a partir de agora estão sob inspeção.

A Caixa tem cerca de R$ 400 milhões de reais por ano em marketing e patrocínio, em especial na área esportiva. Quatorze clubes de futebol exibem a logomarca da Caixa em seus uniformes — entre eles, Flamengo, Cruzeiro, Atlético MG, Bahia, Ceará, Fortaleza e Goiás. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO