13.07.2018 | 10h13

‘Atitude transgressora’ leva jovens a Bolsonaro

Ligados nas redes sociais e na linguagem pop, os jovens declaram em peso votos a Jair Bolsonaro (PSL). Na última pesquisa CNI/Ibope, por exemplo, 23% deles escolhe o pré-candidato na pesquisa estimulada, bem mais do que os 16% que ficam com Marina, a segunda colocada.

Para entender o que leva a esse fenômeno, principalmente na periferia, a espanhola Esther Solano, professora da USP e estudiosa da ‘nova direita’, foi a escolas e promoveu debates. Reportagem do Valor traz as conclusões da pesquisadora, que descobriu que um dos principais atrativos de Bolsonaro aos jovens é a falta de limites no discurso. “A teatralidade com que defende seus preconceitos acabaria por fazer dele o porta-voz do desacato de jovens a valores tradicionais.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO