12.11.2018 | 09h41

Atitude de candidato ou eleito?

“Jair Bolsonaro ainda age e fala como candidato duas semanas após ser eleito presidente. Não há um assessor próximo com influência sobre ele e bom senso para convencê-lo de que a campanha acabou e o jogo a partir de agora é outro”, escreveu Leandro Colon na Folha.

Na opinião do colunista, pouco importa que o presidente eleito vai ao banco e se sabe ou não acender uma churrasqueira, por exemplo, o que importa à população é ter informação de forma transparente sobre como será o governo. Até agora, isso vem sendo tratado em segundo plano.


VOLTAR PARA O ESTADÃO