27.08.2018 | 17h56

Do Fucs: As interrogações sem resposta do ‘PTgate’ (2)

Ao comentar as denúncias sobre a contratação de “influenciadores digitais” para falar bem do PT e de suas pautas, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, afirmou que a legenda “nunca pagou ninguém para falar em rede”. Quem pagou, então, pelo serviço?  Como era feito o pagamento? O dinheiro veio do fundo partidário?

Outra coisa: como a Justiça Eleitoral tratará o caso? Quem será responsabilizado por ter feito propaganda eleitoral, sem deixar isso claro, antes do início oficial da campanha? As publicações feitas no Twitter, serão enquadradas como fake news pelo TSE? Por fim, como Twitter vai lidar com a questão? Vai tirar do ar os perfis dos responsáveis, alegando que descumpriram as “regras da comunidade”? Das respostas a essas perguntas dependem os desdobramentos do imbroglio, que tem potencial para se transformar em mais um megaescândalo petista, um verdadeiro “PTgate”. (leia a 1º parte da nota aqui) / José Fucs

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO