02.04.2018 | 12h50

As dúvidas sobre a versão do PT

Em reportagem publicada na edição desta semana, com o título Que tiro foi esse?, a Isto É diz que especialistas em balística desconfiam da versão do PT sobre os tiros que atingiram os ônibus da caravana de Lula, no Paraná, na terça 27.

Os petistas afirmam que os ônibus estavam em movimento, a 55 km/h. Mas, neste caso, de acordo com os peritos ouvidos pela revista, os furos das balas deixariam um aspecto de rasgo na lataria. Só que as marcas nos ônibus têm o exato diâmetro de uma bala, redondinhas, o que leva à dedução de que os disparos foram feitos à curta distância, quase à queima roupa, e com o veículo parado. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO