23.11.2018 | 19h14

As dores do crescimento do PSL

Em reportagem publicada na edição desta semana, a Veja, diz que o PSL — o partido do presidente eleito, Jair Bolsonaro — deverá se tornar a maior bancada da Câmara dos Deputados, quando espera receber políticos filiados a legendas que não superaram a cláusula de barreira, e já começa a enfrentar os problemas de um partido grande.

Segundo a revista, o PSL quer do futuro governo um tratamento à altura. Isso significa mais cargos de primeiro escalão, tanto no Legislativo quanto no Executivo. Como até agora o pedido não foi atendido, a sigla resolveu cobrar providências de Bolsonaro. Mas, na semana passada, ao passar por uma reunião da legenda, em Brasília, ele não deu motivos para comemoração dos parlamentares. Falou por menos de dez minutos, ouviu os mimimis de sempre e lembrou que, se ele fracassar, o PSL fracassa também. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO