04.09.2018 | 19h22

As brigas de Dilma

Nos últimos três dias, a ex-presidente Dilma Rousseff comprou briga com Marina Silva, a quem chamou de “dissimulada” e com Henrique Meirelles, para cima de quem tentou empurrar algum tipo de responsabilidade pelo incêndio do Museu Nacional.

Nem seus aliados mais próximos entenderam os ataques. Até porque a ex-presidente não tem nenhuma disputa direta com eles, já que concorre ao Senado. E, pior: Marina e Meirelles são dois políticos que a petista deveria ter cuidado ao se referir. Em 2016, a campanha de Dilma foi extremamente agressiva contra Marina, num processo de desconstrução que foi criticado até por dirigentes do PT. Já Meirelles foi proposto inúmeras vezes por Lula para ser ministro da Fazenda de Dilma e tentar reverter a recessão que o País tinha entrado. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO