10.09.2018 | 13h26

Armas brancas

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidenciável, votou, em 2015, contra a aprovação de um projeto que classifica facas como armas brancas, segundo a Coluna do Estadão. À época o deputado chegou a dizer que: “Quando começarem a atacar as pessoas com pedras, cacos de vidro, vamos proibir? A discussão não é essa; é a impunidade”. Mesmo com o voto contra de Eduardo Bolsonaro, o projeto foi sancionado.


VOLTAR PARA O ESTADÃO