23.02.2019 | 10h31

Araújo espera que venezuelanos liberem ajuda humanitária

Em entrevista coletiva na manhã deste sábado, o chanceler Ernesto Araújo confirmou que os caminhões com alimentos e medicamentos deixaram Boa Vista em direção a Venezuela e que espera que militares venezuelanos permitam a entrada da ajuda humanitária no país vizinho. Até o momento a situação não parece ser muito animadora: a Guarda Nacional Bolivariana ampliou o fechamento da fronteira com o Brasil, fechando grandes partes da fronteira seca entre os dois países.


VOLTAR PARA O ESTADÃO