06.09.2018 | 09h57

Apple retira apps de campanhas

A Apple retirou de seu catálogo de downloads 11 aplicativos que estavam sendo utilizados em campanhas eleitorais, informou o Valor. A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) e de João Amoêdo (Novo) estão entre as que usavam os apps excluídos.

Executivos da empresa desenvolvedora veem a ação como um reflexo do caso que aconteceu recentemente, em que uma empresa digital, a Formula Tecnologia, do petista Miguel Corrêa, usou aplicativo para elogiar positivamente posts do PT.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

AppApplecampanha virtual
VOLTAR PARA O ESTADÃO