15.10.2018 | 13h36

Apoio da UNE a Haddad nas redes

A legislação eleitoral proíbe que pessoas jurídicas de direito privado, como o Vem Pra Rua e o MBL, façam propaganda eleitoral em seus sites e em suas páginas e perfis nas redes sociais. Mas, aparentemente, isso não vale para a UNE e outras entidades ligadas aos estudantes, que recebem recursos públicos para financiar suas atividades.


Em carta divulgada na internet, elas manifestaram apoio explícito ao petista Fernando Haddad, alegando a “defesa da democracia”. “Reunidos em São Paulo, na última sexta-feira (12) representantes da UNE, UBES e ANPG saíram em favor da democracia ao se posicionarem neste 2º turno ao lado de Fernando Haddad”, diz o documento. “A indicação de voto foi aprovada de forma unânime, assim como a convocação de todos os jovens brasileiros na luta contra o fascismo.” / J.F.

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO