19.10.2018 | 16h14

Aplicativo de senador eleito no ar

O senador eleito Flávio Bolsonaro afirmou pelo Twitter nesta tarde de sexta, 19, que seu WhatsApp pessoal foi desbloqueado uma hora depois de anunciar que sua conta havia sido “banida do nada”. Ele negou relação com as empresas responsáveis por disparos de mensagens em massa.

A empresa afirmou que a conta foi banida por comportamento de spam, mas disse que isso ocorreu há alguns dias. “Não está relacionado às denúncias de ontem. Outra conta “pública” que foi banida por spam durante o período eleitoral foi o ‘Dilmazap’, da campanha da ex-presidente”, informou em nota enviada ao Broadcast Político.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Flávio Bolsonaroeleiçõeswhatsapp
VOLTAR PARA O ESTADÃO