01.09.2018 | 10h21

Aplicativo de elogios a Quintão

Não bastasse Miguel Correa Jr. (PT-MG), agora surge novo exemplo suspeito de propaganda eleitoral nas redes. O deputado Leonardo Quintão (MDB-MG) pretende se reeleger a partir de um aplicativo que recruta cabos eleitorais para trabalhar com remuneração que pode chegar a R$ 9 mil, informa a Folha.

Segundo legislação eleitoral, apenas o candidato está autorizado a pagar propaganda em redes sociais. Um eleitor não pode receber dinheiro para impulsionar a candidatura de qualquer candidato.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO