20.03.2018 | 11h47

Andreazza: seria Bolsonaro um candidato ‘antifrágil’?

Seria Jair Bolsonaro mais um exemplo da aplicação da teoria da antifragilidade, que trata da capacidade de prosperar no caos? Em seu artigo no Globo, Carlos Andreazza recorre à obra de Nassim Taleb para discutir sobre até onde vai a resiliência do presidenciável do PSL às adversidades da campanha.

Depois de dizer como a teoria ajuda a explicar, por exemplo, a vitória de Donald Trump nos Estados Unidos, Andreazza transpõe a discussão para o caso de Bolsonaro. “O verdadeiro teste para essa condição imune e mutante, contudo, ainda virá: a antifragilidade de Bolsonaro será posta em xeque quando a campanha eleitoral começar oficialmente e a máquina de moer do sistema acionar seus motores”.


Mais conteúdo sobre:

eleiçõesJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO