25.10.2018 | 18h24

Ana Paula: ‘A influência da tia do WhatsApp’

Em artigo publicado em seu blog no Estadão, Ana Paula Henkel, ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei, diz que a estratégia do PT de atribuir a eventual derrota de Haddad à propagação de mensagens falsas contra ele pelo WhatsApp é a “nossa Rússia” — uma referência à acusação de que o país de Putin teve papel decisivo na eleição do presidente americano, Donald Trump.

“A explicação para a provável derrota de Haddad e do PT não está no Mensalão, nos aloprados, nos milhões de desempregados, na prisão de Lula e de vários dos seus aliados mais próximos, nem no Petrolão, considerado o maior esquema de corrupção em uma democracia”, afirma Ana Paula. “De repente, do nada, o povo tem ódio, raiva, é ignorante e manipulável (cinquenta milhões de fascistas), e só vota em Bolsonaro por causa de notícias falsas enviadas pela tia no WhatsApp.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO