27.07.2018 | 18h17

“Presidente não precisa de cartão corporativo’

Em entrevista à revista Isto É lançada nesta sexta-feira, 27, João Amoêdo, pré-candidato à Presidência pelo Partido Novo, diz que o Brasil “não aguenta mais” conviver com as práticas políticas tradicionais e defende um corte de gastos significativo e o uso da máquina pública apenas para atender às necessidades do cidadão.

“O presidente não precisa morar em palácios, não precisa de cartão corporativo, não precisa ter chef de cozinha, não precisa ter tantos assessores”, afirma. “O mundo político perdeu a credibilidade. O Brasil precisa fazer reformas e os políticos não têm credibilidade. Por isso, o Brasil vive nesta sinuca, nesta armadilha.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO