11.04.2018 | 07h38

Amigos de Temer eram ‘arrecadadores de propina’

Em denúncia recebida pela Justiça Federal em Brasília, o Ministério Público Federal descreve o advogado José Yunes e o coronel aposentado João Baptista Lima, ambos amigos de longa data do presidente Michel Temer, como arrecadadores de propina.

Segundo os procuradores, o coronel Lima auxiliava “os demais integrantes do núcleo político na arrecadação da propina, em especial, seu líder Michel Temer”. Já Yunes é descrito como “advogado de reputação aparentemente ilibada” e “acima de qualquer suspeita, mas que também agiria por vantagens indevidas.


Mais conteúdo sobre:

Michel Temercoronel limaJosé Yunes
VOLTAR PARA O ESTADÃO