11.04.2018 | 17h18

Amigos de Temer continuam soltos

A Justiça negou o pedido do Ministério Público para a prisão preventiva de três pessoas ligadas ao presidente Michel Temer, informa o Blog do Fausto. São eles o advogado e ex-assessor da Presidência, José Yunes, o ex-deputado e ex-assessor do presidente, Rodrigo Rocha Loures, e o coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho.

O G1 acrescenta que Eduardo Cunha (MDB-RJ), o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o ex-deputado Henrique Eduardo Alves (MDB-RN) também tiveram o mesmo destino.


VOLTAR PARA O ESTADÃO