06.07.2018 | 16h39

Aloysio: ‘Condenação justa’ no caso Herzog

Em nota divulgada na manhã desta sexta, 6, Itamaraty, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, diz que foi “justa” a condenação unânime do Brasil pela Corte Interamericana de Direitos Humanos pela morte do jornalista Vladimir Herzog, ocorrida em 1975, informa o Estadão.

Para ele, a decisão é “absolutamente inquestionável” e partiu de um tribunal “cuja jurisdição contenciosa o país valoriza e reconhece há vinte anos.”


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Aloysio NunesVladimir Herzog
VOLTAR PARA O ESTADÃO