29.08.2018 | 11h39

Aliados de Alckmin apostam na rejeição de Bolsonaro

Aliados de Geraldo Alckmin seguem otimistas com o início do período de propaganda eleitoral, já que o tucano tem um caminhão de tempo para usar. Mas já admitem que contam também com o crescimento da rejeição a Jair Bolsonaro para poder garantir um lugar no segundo turno.

Segundo um dos principais aliados de Alckmin, a vitória de Bolsonaro nos temas radicais assegura a ele o patamar de 16, 17%, mas aumenta muito sua rejeição. E isso poderia levar a um voto útil em Alckmin porque ele pode ser o único candidato do campo centro, centro-direita que poderia derrotar o PT. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Geraldo AlckminJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO