18.10.2018 | 15h31

‘Alerta de risco à democracia ajuda Bolsonaro’

O cientista político Fernando Schüler, do Insper, diz, em entrevista à BBC Brasil, que o discurso de Bolsonaro, apesar de ter traços autoritários, não representa qualquer risco real à democracia brasileira. “As instituições do Brasil já deram provas mais que suficientes de que são muito sólidas, e não tolerariam qualquer tipo de agressão à constitucionalidade”, afirma.

Segundo ele, ao investir na narrativa do “risco à democracia”, a esquerda e o PT levam o jogo para um campo em que Bolsonaro leva vantagem. “A narrativa da defesa da democracia fala muito com militantes do PT ou com um público que já tenderia a apoiar o Haddad. Mas é uma retórica que acirra a polarização e acaba sendo eficiente para o Bolsonaro. O clima de ‘guerra cultural’ é um ecossistema no qual um candidato populista e conservador, com características do Bolsonaro, funciona bem.” / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO