11.04.2018 | 14h49

Alckmin vê ‘açodamento’ da Procuradoria

Na mira do Ministério Público Federal, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que agora não tem mais foro privilegiado enquanto pré-candidato presidencial, divulgou nota de defesa em sua conta no Twitter nesta quarta-feira, 11.


“A defesa de Geraldo Alckmin se surpreendeu com a notícia do açodamento de setores do Ministério Público Federal, já que o processo está tramitando normalmente e será remetido, em termo oportuno, para instância competente. Espera-se que a apuração dos fatos continue a ser feita de forma isenta e equilibrada, sem contaminação política. Ela repele a ideia que o inquérito, enquanto tramitou no STJ e na PGR, tenha servido de “blindagem” para o ex-Governador.”

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO