21.02.2019 | 21h07

Alckmin: ‘Se for expulsar todo mundo, não vai ficar muita gente’

Presidente nacional do PSDB, o ex-governador Geraldo Alckmin tentou explicar a decisão da sigla de livrar tucanos da expulsão, medida que beneficiou Aécio Neves. Segundo Alckmin, é uma questão de estatuto do partido: “O Estatuto diz que a expulsão só pode ocorrer após o trânsito em julgado”, disse. O diretório também decidiu poupar quem estava sendo acusado de infidelidade partidária (em especial por causa de flertes com a candidatura de Márcio França ao governo de SP). “Se for expulsar todo mundo, não vai ficar muita gente”, justificou Alckmin ao blog da jornalista Julia Duailibi, no G1.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Geraldo AlckminPSDBAécio Neves
VOLTAR PARA O ESTADÃO