18.09.2018 | 18h47

Alckmin: volta dos ataques a Bolsonaro

Em reunião realizada nesta terça-feira, 18, em São Paulo, o presidenciável Geraldo Alckmin e seus auxiliares apresentaram aos aliados do Centrão as mudanças previstas na estratégia de campanha e tentaram tranquilizar o grupo, preocupado com o desempenho do tucano nas pesquisas. O encontro, convocado pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente do DEM e coordenador político da campanha de Alckmin, teve a presença de dirigentes do PR, PSD, PTB, PRB, SD e PSDB, além do marqueteiro Lula Guimarães.

A partir de agora, segundo reportagem do Estadão, a ideia é retomar os ataques a Jair Bolsonaro no horário eleitoral e reforçar o tom antipestista da campanha. Alckmin também deverá defender o voto útil, com o argumento de que votar em Bolsonaro significará carimbar o passaporte do PT para o 2° turno. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO