15.08.2018 | 16h51

Alckmin depõe sobre suspeita de caixa 2

O presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) prestou depoimento na sede do Ministério Público de São Paulo sobre o processo que investiga um suposto repasse de R$ 10 milhões em forma de caixa 2 da Odebrecht para suas campanhas em 2010 e 2014.

Além de Alckmin, são alvos Adhemar César Ribeiro, cunhado do tucano, e o ex-secretário e ex-tesoureiro da campanha tucana de 2014, Marcos Monteiro. O tucano entrou pela garagem do edifício e não concedeu entrevista, informa Marcelo Osakabe.


VOLTAR PARA O ESTADÃO