15.07.2018 | 09h02

Alckmin atrapalhado por tucanos?

Na disputa entre Márcio França e João Doria, pode sobrar para Geraldo Alckmin. Os tucanos na Alesp estão barrando a votação para extinguir o Instituto de Pagamentos Especiais de São Paulo (como mostra reportagem do Estadão), que injetaria cerca de R$ 1,2 bilhão no Tesouro paulista. Isso enfraqueceria uma das principais bandeiras do pré-candidato do PSDB: a gestão fiscal de seu governo no Estado.

Alckmin esteve na Alesp no mês passado para conversar com o presidente da casa, o também tucano Cauê Macris. Ele reiterou aos deputados do seu partido a importância de aprovar o projeto do Ipesp, enviado por ele em março. “Não há razão nenhuma para eles fazerem essa obstrução. Nem o PT fez oposição desse tipo quando o governo era do PSDB”, disse o deputado Barros Munhoz, hoje no PSB.


VOLTAR PARA O ESTADÃO