20.07.2018 | 17h21

Alckmin a favor de manter reforma trabalhista

Um dia após fechar acordo com o Centrão (PP, DEM, Solidariedade e PRB), com a proposta de avaliar uma forma de compensar o fim do imposto sindical, Geraldo Alckmin negou pelo Twitter “trazer de volta” a contribuição. Muito menos, segundo ele, revogar “nenhum dos principais pontos da reforma trabalhista”, como “circula nas redes”.


 

Mais conteúdo sobre:

Geraldo Alckminreforma trabalhista
VOLTAR PARA O ESTADÃO