22.10.2018 | 13h49

Ajufe: ‘Não há caminho fora da democracia’

O presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Fernando Mendes, afirmou nesta segunda, 22, que os magistrados “vão cobrar, de forma intransigente, o respeito às leis e ao Poder Judiciário” em resposta à declaração do deputado eleito Eduardo Bolsonaro de que basta “um soldado e um cabo” para fechar o STF.

“Não há caminho possível fora da democracia e da ordem constitucional. Os magistrados e magistradas federais vão cobrar, de forma intransigente, o respeito às leis, ao Poder Judiciário e a defesa dos preceitos consagrados em nossa Constituição Federal, de qualquer um que venha a ser eleito para comandar o País”, declarou, informa o Blog do Fausto, do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO