27.04.2018 | 14h34

Ajudinha boa, uai

Se o PSDB enfrenta seu momento mais dramático em Minas Gerais, com Eduardo Azeredo na iminência de ser preso e Aecio Neves se tornando réu no Supremo, o MDB acabou dando uma mãozinha.

Em pé de guerra com os petistas no Estado, o MDB foi decisivo para que a Assembleia estadual aprovasse a abertura de impeachment contra o governador Fernando Pimentel (PT). Agora, o candidato tucano António Anastasia pode parar um pouco de explicar os atos de seus aliados. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

eleições em minasFernando Pimentel
VOLTAR PARA O ESTADÃO