28.05.2018 | 12h51

Agronegócio cobra prejuízo do governo

Setores do agronegócio já batem na porta do governo pela cobertura do prejuízo causado pela  paralisação dos caminhoneiros.

O setor de carne suína e de frangos calcula em US$ 350 milhões o buraco, enquanto para as empresas de leite, o rombo é de R$ 510 milhões. O ministro interino da Agricultura, Eumar Novacki, afirmou ao Valor que uma ação judicial será proposta à Advocacia-Geral da União.


VOLTAR PARA O ESTADÃO