30.09.2018 | 19h30

Agora tem até checagem fake…

O EstadãoVerifica informa a existência de uma nova categoria de fake news: a checagem falsa. Um exemplo dessa nova modalidade pôde ser visto nas últimas horas, quando circularam pelo WhatsApp e pelas redes sociais postagens colocando em dúvida a veracidade das fotografias que ilustraram reportagens sobre o protesto contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) realizado no Largo da Batata neste sábado, 29.

A falsa checagem foi amplamente compartilhada nas redes bolsonaristas, entre elas na página “Bolsonaro Opressor”, que tem cerca de 1,2 milhão de seguidores. As únicas semelhanças entre a foto do Carnaval de 2017 usadas nas postagens sobre a suposta manipulação e as de sábado são o ângulo em que foram feitas e a existência de uma multidão.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO