17.10.2018 | 16h48

Agora Bolsonaro confia em pesquisas?

A retórica de campanha é eivada de incoerência. Jair Bolsonaro, que passou a campanha atirando contra institutos de pesquisa e dizendo que a pesquisa da rua apontava sua vitória no primeiro turno, agora parece estar mais confiante. “Nós estamos com a mão na faixa. É verdade, pode até não chegar lá. Nós estamos com a mão na faixa. Ele (Haddad) não vai tirar 18 milhões de votos até daqui dois domingos”, afirmou, em referência à diferença que as pesquisas apontam a seu favor.

Ao menos um ponto positivo: a fala, em tudo que tem de “já ganhou”, ao menos parece demonstrar que o candidato superou seu discurso de possibilidade de fraude nas pesquisas e nas urnas eletrônicas. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO