09.09.2018 | 11h04

Advogados de agressor usaram avião privado

Em mais um episódio nebuloso do atentado ao presidenciável Jair Bolsonaro, os advogados Zanone Manuel de Oliveira Júnior e Fernando Costa Oliveira Magalhães, integrantes da defesa de Adelio Bispo de Oliveira, o autor do crime, viajaram às pressas de Belo Horizonte a Juiz de Fora, em avião particular, para atendê-lo já no dia seguinte ao ataque, antes de ele ser transferido para um presídio federal em Mato Grosso do Sul.

Segundo reportagem do jornal Estado de Minas,  a defesa de Adelio é paga, de acordo com os próprios advogados, por uma congregação religiosa de Montes Claros, no Norte de Minas. Eles não revelaram, porém, o nome da igreja. Os dois advogados fazem parte de um grupo de quatro profissionais que defendem Adelio. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO