02.04.2018 | 14h11

Advogados contra-atacam com abaixo-assinado

Advogados criminalistas lançaram nesta segunda-feira um contra-ataque ao abaixo-assinado de juízes e procuradores a favor da prisão após condenação em segunda instância. Em nota, dizem que “advogados, magistrados, defensores públicos, promotores” e outros estariam reunindo mais de 3 mil assinaturas para enviar aos ministros do STF.

Acontece que na lista de entidades não consta nenhuma ligada à magistratura ou ao Ministério Público. Questionados, os advogados que difundem a nota pelas redes ainda não informaram quais seriam esses juízes e promotores. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO